terça-feira, setembro 07, 2010

Reflexão sobre o estilo no Brasil

Primeiramente, boas-vindas as nossas ultimas 'Seguidoras' e muito obrigada pelo interesse ^^~

Ah, rascunhei váááários outros artigos pro blog. Estou mais animada ultimamente, mas me faltou inspiração para concluí-los. Estou concentrando em coisas que acho que são relevantes, especialmente para as meninas no nosso país, pois esse é o objetivo deste blog, já que temos outros blogs sobre gyaru em geral, especialmente o da Caramel que é sempre muito bem atualizado e traz informações mais globais sobre o estilo. Aqui me atenho a noticias e pensamentos mais regionais. Estou tentando ser o mais informativa possível =)

Entretanto, é por diversas vezes que me bate um certa sensação de isolamento. A nossa ceninha gal é pouco movimentada e bem restrita a muito poucas que provem o estilo com verdadeira paixão. Sinto que temos muitas adimiradoras (afinal é um estilo muito encantador) e poucas com coragem ou até mesmo paixão suficiente para sustenta-lo.

É bastante triste perceber que muitas tentam uma vez ou outra, se desiludem (o estilo não é tão fácil de ser completamente caracterizado), acham que não vão conseguir e largam na frustração. Outras estagnam e não crescem, desmerecendo todo o conceito de moda do estilo. No fim nossa cena é muito mais formada por amantes do estilo do que verdadeiras Gals.


Calma, calma! Não me crucifiquem ainda! XD Para começar não acho problema algum em ser amante de algum estilo e por algum motivo não segui-lo por um todo, só buscar inspiração nele para o seu dia-a-dia ou simplesmente adimira-lo. Sou amante da maioria dos estilos malucos do Japão, de coração. Tenho diversos livros relativos, revistas das mais diversas vertentes de moda urbana japonesa, toneladas de imagens relacionadas lotando o meu HD, sou uma verdadeira aficionada. O problema se encontra quando muitas se declaram gals quando não são verdadeiramente: são simplesmente amantes do estilo.

Mas moça, eu quero ser uma Gal também! Comofas\ (a.k.a. o divisor entre amantes e gals)

Pois é, o que é preciso pra ser considerada uma gal também? É preciso fazer valer a coisa, fazer acontecer. Ser gyaru uma vez, ser sempre gyaru (até quando você já não se sentir confortável para tal). Para ser gyaru é preciso fazer e viver aquilo que uma gyaru faz de mais basico na sua essencia: ter cuidado com os cabelos, trabalhar penteados, cores, cortes que estejam dentro do estilo; sempre treinar o uso da maquiagem, criando uma que seja condizente tanto com o estilo quanto com o seu rosto e se empenhar nisso; amar roupas e quere sempre compor looks novos; e ponto. O resto é o resto e vem junto. Gyaru é imagem e precisa passar essa imagem pra ser. Se não, não é. O estilo não para, ele está diretamente relacionado com a moda em si, ou seja, é uma coisa ciclica, sempre se renovando e mudando e voltando e indo... Logo você também acompanha esse processo. Finalmente, para ser gyaru, o estilo tem que fazer parte da sua vida se encaixando nele, tem que ser uma escolha. Viver gyaru não quer dizer estar montada 24h/7d, mas quer dizer que você sempre estará disposta a vive-lo quando quiser e assim que puder.


Mas... cade as Gals? ;_;~

Okay, mas isso basta pra resolver o nosso probleminha da cena, em que falei láááá em cima?
Talvez tudo o que eu tenha falado inicialmente possa ter caído por terra quando muitas dessas meninas que inicialmente pareciam não ter acreditado num futuro gyaru estão em suas respectivas cidades arrazando no salto.
É... infelizmente o nosso país é vaaaasto e mesmo que não fosse, como eu iria saber que existem outras gyarus (mesmo!) na cidade aqui do lado, ou lá no extremo norte do país?

Sabe o que faz o gyaru ser tão famoso aqui? Porque tudo que as gals querem e mostrar o quanto elas são lindas, arrasam e como se empenharam pra chegar onde chegaram. Porque must do gyaru é ser tão linda como as modelos, é se promover, porque isso é bom e faz bem =3 Não quero dizer com isso que o gyaru é feito pra você se montar em casa, tirar fotinhas, postar na internet e esperar que todos digam "Nossa, você é muito linda! *-*" =p! Errado! Gyaru não é Ulzzang!!! O interessante no gyaru é mostrar que ele é usado na sua vida, no seu dia-a-dia, num passeio no shopping com amigos, num meeting gyaru ou qualquer outro evento que o valha! O importante pra mover uma cena é mostrar que nós existimos e publicar isso. Acontece no japão, em outras partes da ásia, acontece na europa, nas américas, tem que acontecer aqui! Show your face my darlings~!




Shuuu~~~ Esse post soa um pouco como "faça o que eu digo, não faça o que eu faço" afinal que especie de gal seria eu, vivendo o meu gyaru só pra mim. Mas na verdade este post é um desabafo para que qualquer uma (ou um, por que não o.o cadê os gyaru-o? ;_;~) que realmente queria seguir este caminho, ajude em uma cena nacional mais sólida. Acho importante compartilharmos publicamente nossas paixões ^^ é inspirador quando mostramos que podemos e com isso ajudamos uns aos outros! Espero que tenha deixado o meu recado de maneira mais clara possível ^^ e qualquer comentario estarei sempre aberta para ouvi-lo ^^~ mesmo que seja em discordância ;D


GoGoBurajirujinGyaru! =3 =****








EDIT:

Inspirem-se ^_^~


Meeting Gal na Finlândia (Créditos http://koakumachou.blogspot.com/ )


4 comentários:

  1. Interessante, Kiki.
    A gente já falou tanto disso, nee?

    Eu acho que não importa se nós vivemos num mundinho gal só nosso ou se nos embrenhamos na cena (e você sabe o que eu tenho a dizer disso).
    Infelizmente no Brasil a cena é restrita à Internet, a tirar fotinhas e mimimi, até porque estamos tão longe uma das outras, não é? (e eu atenho aqui um comentário pessoal)

    Acho que a quem quer ser gyaru não tem que se importar com a cena nacional! Tem que se importar só em melhorar, em procurar o seu melhor, tentar e tentar e tentar, basicamente isso.

    Acho que depois talvez a cena daqui resolva crescer, não sei, mas, por enquanto, o que tem que acontecer é CADA UM fortalecer em si a idéia de "eu SOU gyaru e gosto disso!".

    E eu fico por aqui, porque ultimamente, tudo o que eu falo tem sido levado pro lado errado D:

    ResponderExcluir
  2. adorei *--*!
    especificou completamente as duvidas restantes que eu tinha sobre gyaru. (é que no momento eu sou meio noob, eu acabei de adquirir o estilo e estou encaixando ele aos pouquinhos, eu tenho um caminho enoooooooooorme ainda, nyak >.<)
    sinta o drama:http://umagyarucrista.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Excuze me for writing to you in diffren language but I know only english, polish and (just a little) french:(
    My english is also not very good but I just wanna to say that I love your's webside and this girls look so amainzing!!! I also trying to be gyaru, haha:)

    ResponderExcluir
  4. Entendo isso em pleno 2015, no Rio de Janeiro. Estamos com uma crise ulzzangada! Hahaha...
    As meninas misturam os dois estilos e ninguém sabe o que é Gyaru.
    Me sinto uma gal isolada, ao extremo e por isso acabo parecendo mais gal de internet mesmo, mas por ser excluída da sociedade!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...